28 de fev de 2008

As leis que funcionam "pra valer"...

(Também recebi da Nancy.)

GUIA PRÁTICO DA CIÊNCIA MODERNA
1. Se mexer, pertence à biologia.
2. Se feder, pertence à química.
3. Se não funciona, pertence à física.
4. Se ninguém entende, é matemática.
5. Se não faz sentido, é economia ou psicologia.
6. Se mexer, feder, não funcionar, ninguém entender e não fizer sentido, é INFORMÁTICA.

LEI DA PROCURA INDIRETA
1. O modo mais rápido de se encontrar uma coisa é procurar outra.
2. Você sempre encontra aquilo que não está procurando.

LEI DA TELEFONIA.
1. Quando te ligam: se você tem caneta, não tem papel. Se tiver papel, não tem caneta. Se tiver ambos, ninguém liga.
2. Quando você liga para números errados de telefone, eles nunca estão ocupados.
Parágrafo único: Todo corpo mergulhado numa banheira ou debaixo do chuveiro faz tocar o telefone.

LEI DAS UNIDADES DE MEDIDA.
Se estiver escrito 'Tamanho Único', é porque não serve em ninguém, muito menos em você.

LEI DA GRAVIDADE.
Se você consegue manter a cabeça enquanto à sua volta todos estão perdendo, provavelmente você não está entendendo a gravidade da situação.

LEI DOS CURSOS, PROVAS E AFINS.
80% da prova final será baseada na única aula a que você não compareceu, baseada no único livro que você não leu.

LEI DA QUEDA LIVRE.
1. Qualquer esforço para se agarrar um objeto em queda, provoca mais destruição do que se o deixássemos cair naturalmente.
2. A probabilidade de o pão cair com o lado da manteiga virado para baixo é proporcional ao valor do carpete.

LEI DAS FILAS E DOS ENGARRAFAMENTOS.
A fila do lado sempre anda mais rápido.
Parágrafo único: Não adianta mudar de fila. A outra é sempre mais rápida.

LEI DA RELATIVIDADE DOCUMENTADA.
Nada é tão fácil quanto parece, nem tão difícil quanto a explicação do manual.

LEI DO ESPARADRAPO.
Existem dois tipos de esparadrapo: o que não gruda e o que não sai.

LEI DA VIDA.
1. Uma pessoa saudável é aquela que não foi suficientemente examinada.
2. Tudo que é bom na vida é ilegal, imoral ou engorda.

LEI DA ATRAÇÃO DE PARTÍCULAS.
Toda partícula que voa sempre encontra um olho aberto.

Pra descontrair no meio da tarde (vale a pena rir de novo)

Recebi da minha amiga Nancy.

COMO ESCOLHER A MULHER IDEAL
É fácil! Basta compará-la a um automóvel.
1) Verifique o design. Deve ter bom porta-malas. Embora alguns prefiram,evite o modelo "perua".
2) Verifique o ano.
3) Observe o estado de conservação da lataria.
4) É boa de curvas?
5) É macia?
6) Possui "air bag" duplo frontal de bom volume?
7) É econômica?
8) Faz pouco barulho?
9) Esquenta rápido?
10) Leve-a para um "test drive".
Se a mulher passou em todos esses testes, lembre-se: por precaução, faça um "leasing", porque, nesse meio tempo, pode surgir um modelo melhor e mais novo.
Bem, sem revanche não tem graça... Então...
COMO ESCOLHER O HOMEM IDEAL
Para saber se um homem é ideal, compare-o, também, a um automóvel.
1) Verifique o interior. Não se iluda com o design.
2) Verifique o ano. Os muito novos ainda precisam ser amaciados. Os muitorodados, além de pegarem os vícios de donas anteriores, costumam dar muitoproblema mecânico.
3 ) Ele é estável? Ou balança quando depara com qualquer curva?
4) Obedece ao comando com facilidade? Ele é ágil ou demora a responder?
5) É muito importante verificar a alavanca de câmbio. Deve ser de agradávelmanipulação. Faça o teste. Engata com facilidade ou costuma emperrar?
6) Fuja do que é movido a álcool.
7) Evite os muito barulhentos ou que emitam ruídos desagradáveis, comoroncos e escapamentos desregulados.
8) O motor mantém temperatura constante? Ou é daquele tipo que esquentarapidinho, percorre pequena distância e "morre" logo em seguida?(hahahahahahahaha...!!! Essa é a melhor!!!)
9) Ou o que é pior.... De manhã nem com o afogador puxado???????
10) Leve-o para um "test drive".
Se o homem passou em todos esses testes e lhe agrada, lembre-se: antes de adquirir, faça um contrato de locação e use-o por um ou dois meses. Nesse período, você ainda pode ter surpresas desagradáveis... Não esqueça!

16 de fev de 2008

SOBRE TEMPO E JABUTICABAS

(autor desconhecido) ==> Recebi também da Adê, gostei muito. Vale refletir...

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para
frente do que já vivi até agora.
Sinto-me como aquela menina que ganhou uma bacia de jabuticabas.
As primeiras, ela chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas,
rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.
Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.
Não tolero gabolices.
Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando
seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para projetos megalomaníacos.
Não participarei de conferências que estabelecem prazos fixos para
reverter a miséria do mundo.
Não quero que me convidem para eventos de um fim de semana com a
proposta de abalar o milênio.

Já não tenho tempo para reuniões intermináveis para discutir estatutos,
normas, procedimentos e regimentos internos.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da
idade cronológica, são imaturos.

Não quero ver os ponteiros do relógio avançando em reuniões de
"confrontação", onde "tiramos fatos a limpo".
Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo
de secretário geral do coral.
Lembrei-me agora de Mário de Andrade que afirmou: "as pessoas não
debatem conteúdos, apenas os rótulos".
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência,
minha alma tem pressa...

Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana,
muito humana; que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com
triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua
mortalidade, defende a dignidade dos marginalizados, e deseja tão
somente andar ao lado de Deus.

Caminhar perto de coisas e pessoas de verdade, desfrutar desse amor
absolutamente sem fraudes, nunca será perda de tempo.


O essencial faz a vida valer a pena.

Esta é pra descontrair...

Recebi do meu fiel leitor e amigo querido, Marco, do Antiga Ternuras (visitem sempre, garantia de bons momentos... link também aqui, no lado direito do meu blog).

"Lá em Araraquara.... O diretor da Penitenciária, com ajuda de um megafone, diz aos presos no pátio: - Atenção! Chega de moleza! Chega de bandalheira! Quero todo mundo varrendo e limpando toda essa bagunça! Amanhã chega o presidente Lula ...Um dos presos comenta com outro:- Caramba!! Custou, mas pegaram o safado..."

Semanas cheias...

É amigos... as férias acabaram. Não fiz metade do que gostaria, mas aproveitei como pude.
E não deu pra pôr em dia a vida virtual, embora "parte" dela esteja (ou até parecia estar) caminhando de vento em popa (expressãozinha antiga, essa!). Enfim, vou fazendo o que dá pra fazer.
Hoje estou aqui pra repassar um pequeno texto. Com certeza alguns de vocês já o conhecem. Recebi-o de uma amiga, Adê, que não vejo há bastante tempo, mas por quem tenho grande carinho e de quem sempre me lembro quando olho para um porta-retratos que está em cima de minha cômoda, com uma foto minha com Vivi, minha afilhada. Mas vamos ao texto:

"O SOL E O VENTO"

O sol e o vento discutiam sobre qual dos dois era mais forte. O vento disse: -Provarei que sou o mais forte. Vê aquele velho que vem lá embaixo com um capote? Aposto como posso fazer com que ele tire o capote mais depressa do que você. O sol recolheu-se atrás de uma nuvem e o vento soprou até quase se tornar um furacão, mas quanto mais ele soprava, mais o velho segurava o capote junto a si. Finalmente, o vento acalmou-se e desistiu de soprar. Então o sol saiu de trás da nuvem e sorriu bondosamente para o velho. Imediatamente ele esfregou o rosto e tirou o capote. O sol disse então ao vento:
- Lembre-se disso: A gentileza e a amizade são sempre mais fortes que a fúria e a força.

E você? De que jeito demonstra a sua força?

1 de fev de 2008

Vale a pena rir de novo...

Esta eu recebi do Marco. Só não está "arrumadinha" no visual, ok? Leiam, com calma, e dá pra entender tudinho.

Hoje de manhã eu fui à feira. Antes de sair, meu patrão me pediu para eu trazer figo. Aí eu perguntei: - Figo fruta ou bife de figo? O homem ficou uma fera! Gente fina, seu Adamastor, num ligo não. Ele tem sistema nelvoso.Também, com um emprego chato daqueles, vou te contar! Ele é Fiscal de Receita. Deve ser um saco ficar conferindo receita de médico o dia inteiro. Depois chegou o Adamastorzinho, o filho mais novo deles. Acabou de ganhar um carro todo equipado. Tem roda de maionese, farol de pilha, teto ensolarado, toca-fita de mp treze e trio elétrico. Não sei porque trio elétrico num carro. Deve ser porque ele gosta de música baiana. Ingrato esse Adamastorzinho. Fiz a comida preferida dele e ele ainda me chamou de burra. Eu disse, toda boba, quando ele chegou: - Adamastorzinho, adivinha a comida que eu fiz pra você? - Qual, Creusa? - Começa com "i"... - "I"??? - É, iiiiiii!!! - IIIII..... num sei. - Pensa: iiiiiiiii. - Huuuummm, desisto. - Istrogonofe!!! E tem moça de maracunjá de subrimesa! Aproveitando a ausência dos patrões, Creusa pega o telefone e fofoca com a amiga Craudete: - Cê num sabe da úrtima? Eu discubri que aqui nessa mansão que eu trabaio é tudo fachada! - Como assim, Creusa? - pergunta a colega, confusa. - Nada aqui é dos patrão! Tudo é imprestado! TUDO! Cê cridita numa coisa dessas? Óia só: a rôpa que o patrão usa é dum tal de Armani... a gravata é dum tal de
Pierre Cardin... o carro é duma tal de Mercedes...nadica de nada é deles! - Nooooossa, que pobreza! - E, além de pobre, eles são muito ixibidos! Imagina que ôtro dia eu escutei o patrão no telefone falano que tinha um Picasso... - E num tem? - Que nada, fia... é piquinininho de dá até dó!

DIA DA SAUDADE, ATRASADO...

30 de janeiro, foi "dia da saudade", para quem acredita nessas datas, criadas, sabe-se lá por quem, e um monte de gente "embarca" na idéia, inclusive eu, quando estou com meu lado sentimentalóide aflorado, isto é, quase sempre, hahaha...
Mas, como meus blogs sempre tendenciaram para o tema saudade, não poderia deixar passar.
Saudade, sempre a saudade. De tudo, e de todos. Até daquilo que ainda não tenho, daquilo que está por vir, quem sabe...
De qualquer forma, está registrado, para quem esqueceu, dia 30 de janeiro, foi dia da Saudade, e o Penedo está aqui, firme e forte, embora um pouco adormecido. Eu tenho saudades de vir escrever e saudade de todos os meus queridos amigos.
Eu estou assim também, "adormecida", um pouco jururu, mas melhorando a cada dia. Com surpresas, também a cada dia, ora boas, ora ruins, ora ruins, ora boas, graças a Deus. Ainda bem que há essa alternância.
O ano promete!
As férias estão acabando, estou aproveitando como posso. Já fui ao cinema duas vezes, pelo menos: "Meu nome não é Johnny", gostei muito, e "P.S.: Eu te amo"... gostei mais ainda, romântica que sou... Tenho assistido a primeira temporada da série "24 Horas" (sim, ainda a 1ª) e estou "vidrada". Estou lendo, e curtindo muito, o último Harry Potter; fiz diversas arrumações em casa, mas falta o principal: as que se referem a trabalho... fundamentais pra recomeçar o ano letivo... mas vou aproveitar o carnaval pra "botar o bloco na rua", hahaha... e trabalhar um pouco. Meu skindô vai ser diferente...
Já passeei um pouquinho, espaireci o suficiente, exorcisei os demônios e agora estou "à cata de anjos", hahaha... Fui a Cabo Frio, Arraial, Paraty (que não conhecia, e adorei - até certo ponto - tenho que voltar pra apagar certos vudus que pairaram desta vez, tipo a chuva e outros bichos) e agora, no carnaval, devo ficar por aqui mesmo curtindo "home sweet home", dando continuidade a meus afazeres, que tanto gosto.
Tenho tentado "colocar os médicos em dia", todos os '-istas' possíveis... chega-se aos 4.0, precisamos cuidar da máquina, hahaha... as notícias já não são sempre maravilhosas, mas ainda assim, agradeço a Deus pela vida que Ele me dá. Prefiro acreditar que Ele sabe o tamanho e o peso da cruz que dá a cada um de nós.
Bem, amigos, por agora é isso, desejo a todos um ótimo carnaval. Eu espero que o meu seja agradável. Eu estava animadinha, mas não sei... hmmm... deixa pra lá...
Ah, vou postar umas piadinhas, ok? (Como sempre, recebidas de amigos meus, portanto, para alguns, elas serão "repetidas"...)
Beijos pra vocês. Divirtam-se, cuidem-se, nada de excessos, e não pequem muito... ou melhor, se pecarem, "juízo"!!!!
Ah, um conselho, fundamental: NÃO BRINQUEM COM OS SENTIMENTOS ALHEIOS...