8 de ago de 2009

Olá, queridos leitores...

Saudades, muitas...
Estou bem, apesar de longe de vocês. Mas estou muito bem.
Hoje ganhei um presente de uma pessoa muito especial, e quero dividir com vocês.
É da Cecília Meireles.

•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•
Eu deixo aroma até nos meus espinhos.
Ao longe, o vento vai falando de mim.
E por perder-me é que vão me lembrando,
por desfolhar-me é que não tenho fim...
Aprendi com a primavera: me deixar cortar e voltar sempre inteira.
Por isso, quanto mais me despedaço, mais completa e serena fico...

*•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•♡•*´¨`*•.¸¸.•