31 de jan de 2012

Um pouco de Clarice Lispector...


"Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce dificuldades para fazê-la forte,
Tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas,
elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos."
Clarice Lispector
Essas linhas foram 'declamadas' por Miguel Falabela, no capítulo de hoje, da novela Aquele Beijo.

30 de jan de 2012

Um pouco mais sobre a Saudade

No dia 30 de janeiro se comemora o Dia da Saudade. A palavra vem do latim solitate, que na tradução literal quer dizer solidão. Mas em nossa língua ela adquiriu um significado bem mais romântico, como nos mostra o Dicionário Aurélio:

Saudade: Substantivo feminino - Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoas ou coisas distantes ou extintas, acompanhada do desejo de tornar a vê-las ou possuí-las; nostalgia.

Este sentimento sempre foi tema de músicas, poemas, filmes e não há quem já não o tenha sentido.

Temos saudades de pessoas, de momentos, de situações, de lugares. Sentimos falta de tudo o que nos faz bem. E, como dizem que relembrar é viver, a saudade nos transporta para um tempo em que fomos mais felizes, trazendo, muitas vezes, lembranças doloridas.

E para desejar a todos um Dia da Saudade cheio de boas lembranças, nos apropriamos de um poema do grande Mario Quintana:

Saudade
na solidão na penumbra do amanhecer.
Via você na noite, nas estrelas, nos planetas,
nos mares, no brilho do sol e no anoitecer.

Via você no ontem , no hoje, no amanhã...
Mas não via você no momento.

Que saudade...


Mario Quintana

(Copiei da Fernanda Rivas, no FB)

Dia da Saudade...

Na verdade, todo dia é dia da Saudade... saudade dos que se foram pra outro Plano, dos que moram longe, dos que vemos pouco, dos que vemos muito mas estão tãaaaaaaaaaaaaaaao distantes ao mesmo tempo... 
Saudades daqueles que gostaríamos de ter, do lado de cá dessa telinha, e não do outro lado, que nem é tão longe assim... 
Enfim, a saudade é positiva pois resulta de algo bom, que foi vivido...

"Saudade é o preço que se paga por viver momentos inesquecíveis." 
(Copiei da Flávia, no FB)

29 de jan de 2012

Receita chinesa para viver...




Um ocidental em visita à  China ficou surpreso de ver a quantidade de velhos saudáveis e, curioso a respeito da milenar medicina chinesa, indagou a um experiente médico qual o segredo para se viver mais e melhor.
Ouviu do mesmo a sábia resposta:

"É muito simples. É só:
Comer a metade.
Andar o dobro.
E rir o triplo."

24 de jan de 2012


DESEJOS

Desejo a vocês...
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.
Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.
Carlos Drummond de Andrade

Um pouco de poesia...


ARTE DE AMAR

Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus - ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas as almas não.
Manuel Bandeira

16 de jan de 2012

A Saudade...

A saudade engana tão bem, que parece até amor...

(Copiei do Facebook)

A casa de cada um.


A CASA DE CADA UM
 (texto de Walcyr Carrasco)
 
Nesta época, gosto de tratar da vida. Dou a roupa que não uso mais. Livros que não pretendo reler. Envio caixas para bibliotecas.Ou abandono um volume em um shopping ou café, com uma mensagem: "Leia e passe para frente!". 

Tento avaliar meus atos através de uma perspectiva maior.
Penso na história dos Três Porquinhos. Cada um construiu sua casa. Duas, o Lobo derrubou facilmente. 
Mas a terceira resistiu porque era sólida. Em minha opinião, contos infantis possuem grande sabedoria, além da história propriamente dita. Gosto desse especialmente.

Imagino que a vida de cada um seja semelhante a uma casa. Frágil ou sólida, depende de como é construída. 
Muita gente se aproxima de mim e diz: Eu tenho um sonho, quero torná-lo realidade! Estremeço.

Freqüentemente, o sonho é bonito, tanto como uma casa bem pintada. Mas sem alicerces. 
As paredes racham, a casa cai repentinamente, e a pessoa fica só com entulho. Lamenta-se.
Na minha área profissional, isso é muito comum.

Diariamente sou procurado por alguém que sonha em ser ator ou atriz sem nunca ter estudado ou feito teatro. 
Como é possível jogar todas as fichas em uma profissão que nem se conhece?

Há quem largue tudo por uma paixão. Um amigo abandonou mulher e filho recém-nascido. 
A nova paixão durou até a noite na qual, no apartamento do 10º andar, a moça afirmou que podia voar. Deixa de brincadeira , ele respondeu.

Eu sei voar, sim! rebateu ela. Abriu os braços, pronta para saltar da janela. Ele a segurou. Gritou por socorro. Quase despencaram. 
Foi viver sozinho com um gato, lembrando-se dos bons tempos da vida doméstica, do filho, da harmonia perdida!

Algumas pessoas se preocupam só com os alicerces. Dedicam-se à vida material. 
Quando venta, não têm paredes para se proteger. Outras não colocam portas. Qualquer um entra na vida delas. 

Tenho um amigo que não sabe dizer não (a palavra não é tão mágica quanto uma porta blindada). 
Empresta seu dinheiro e nunca recebe. Namora mulheres problemáticas. Vive cercado de pessoas que sugam suas energias como autênticos vampiros emocionais. 

Outro dia lhe perguntei:
 Por que deixa tanta gente ruim se aproximar de você? Garante que no próximo ano será diferente. Nada mudará enquanto não consertar a casa de sua vida.

São comuns as pessoas que não pensam no telhado. Vivem como se os dias de tempestade jamais chegassem. 
Quando chove, a casa delas se alaga.

Ao contrário das que só cuidam dos alicerces, não se preocupam com o dia de amanhã. 


Certa vez uma amiga conseguiu vender um terreno valioso recebido em herança. 
Comentei:

Agora você pode comprar um apartamento para morar.
Preferiu alugar uma mansão. Mobiliou. Durante meses morou como uma rainha. 
Quase um ano depois, já não tinha dinheiro para botar um bife na mesa!

Aproveito as festas de fim de ano para examinar a casa que construí. 
Alguma parede rachou porque tomei uma atitude contra meus princípios?
Deixei alguma telha quebrada?
Há um assunto pendente me incomodando como uma goteira?
Minha porta tem uma chave para ser bem fechada quando preciso, mas também para ser aberta quando vierem as pessoas que amo?


É um bom momento para decidir o que consertar. Para mudar alguma coisa e tornar a casa mais agradável.
Sou envolvido por um sentimento muito especial.

Ao longo dos anos, cada pessoa constrói sua casa.
O bom é que sempre se pode reformar, arrumar, decorar!
E na eterna oportunidade de recomeçar reside a grande beleza de ser o arquiteto da própria vida. https://mail.google.com/mail/e/superig_com_br/4B0
_https://mail.google.com/mail/e/superig_com_br/4B0._https://mail.google.com/mail/e/superig_com_br/4B0,_https://mail.google.com/mail/e/superig_com_br/4B0_ 


 Recebi da Nancy, tendo como autor, Walcyr Carrasco)

1 de jan de 2012

1º dia do ano...

Temos mais 365 pela frente...
Sim, porque este ano é bissexto, pra quem como eu, não se lembrava. :o)
O dia rendeu... Me livrei de muito papel, e adoro isso. Aliás, eu quero me sentir mais leve, em todos os sentidos, este ano. Mas não é promessa não. Não estou prometendo nada este ano.
Fazer ou não, eis o caminho. Só preciso de boa vontade, determinação e coragem, pra algumas coisas.
Além de me livrar de papel (falta muita coisa ainda... mas aos poucos, chego lá), assisti um filme. Não gostei muito. "Cilada.com"... como diversão, serviu, nada mais. Os atores são bons, mas a história, é fraca.
Aproveitei pra ler, também. Estou lendo "Lua Nova", o segundo da "Saga Crepúsculo", como dizem por aí. Eu gosto do gênero. Mas os livros são mais interessantes que os filmes, como sempre. Porém, torna-se interessante ler os livros, depois de vermos os filmes, rsrsrs...
Enfim, assim caminha 2012. Planejadas as minhas arrumações de férias (que já me renderam uma "entortada" na coluna... mas estou melhor, graças a Deus), alguns exames de rotina pra fazer, médicos pra ir... não posso deixar as férias terminarem sem fazer isso, caso contrário, fica difícil com a volta ao trabalho.
Viagens de férias? Nada programado pra agora... mas em julho, me aguardem!
Como já disse, promessas não há... há resoluções, que espero realizar.
Seria hora de fazer o famoso "balanço" do ano que passou? Retrospectiva? Nãaaaaao... não estou a fim de me prender a regras. 2011 já passou, mas ainda está presente. Difícil praticar o desapego. Até pra isso!
Na verdade, 2011 foi muito bom pra mim. Claro, como deve ter sido pra todo mundo, teve alguns momentos que, o melhor é esquecer. Mas eu vou pelo meu lado otimista. O importante é que emoções eu vivi, já dizia o Robertão. E 'bicho', foram muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuitas emoções, podem acreditar. Até eu me surpreendi. Conheci pessoas inesquecíveis, reencontrei algumas que não via há algum tempo, como o Charles, a Izabel, enfim, melhor não ficar citando nomes, porque vou acabar esquecendo alguém...
Realizei um sonho: fui ao Rock in Rio, assisti Elton John ao vivo... foi incrível! Another unforgettable moment.
Foi um ano de voltar a estudar, também. Voltei às minhas aulas de conversação, conheci e reencontrei pessoas super legais, além da querida professora Shirley.  Voltei a estudar Espanhol, onde conheci novos amigos, e como aprendi nesse ano, em todos os sentidos!!! Adoro! Que 2012 seja ainda melhor! Pretendo continuar com tudo... Pretendia fazer uma Pós, mas acho que vou esperar mais um aninho. Preciso estar "mais livre" pra me dedicar a uma Pós... e ainda não me sinto assim.
Em termos de trabalho, 2011 também não deixou a desejar. Foi tranquilo, dentro do possível: comecei na Sala de Leitura, tendo contato diferente com os alunos, mas não menos importante, e aprendendo, pra tentar fazer melhor, neste ano.
Enfim, preciso interromper agora o meu post... como disse, sem regras. SE for o caso de continuar algo deste post, eu continuo, se não... já disse o que estava "aqui" , pelo momento.
Boa noite a todos, e um feliz ano novo! A semana começa oficialmente amanhã. Mas "dizem as boas línguas" que o ano só começa após o Carnaval... sou contra isso, mas fica pra outro post, SE for o caso... :o)



Somos capazes de amar muitas vezes, graças a Deus...

Bom dia, amigos. Feliz ano novo! Hoje é um bom dia pra avaliarmos muitas coisas, quem sabe até, fazer planos, ou simplesmente, nem pensar em nada disso. As linhas que postarei a seguir, recebi como sendo do Carlos Drummond, mas não sei afirmar. E fazendo uma busca pela net, deparei-me com algo ainda mais completo, e de outra autoria. Partilho com vocês, para nossa reflexão... e que venha um ano bom! Recomeçar Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou, o que importa é que sempre é possível e necessário "Recomeçar". Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo. É renovar as esperanças na vida e o mais importante: acreditar em você de novo. Sofreu muito nesse período? Foi aprendizado. Chorou muito? Foi limpeza da alma. Ficou com raiva das pessoas? Foi para perdoá-las um dia. Sentiu-se só por diversas vezes? É por que fechaste a porta até para os outros. Acreditou que tudo estava perdido? Era o início da tua melhora. Pois é! Agora é hora de iniciar, de pensar na luz, de encontrar prazer nas coisas simples de novo. Que tal um novo emprego? Uma nova profissão? Um corte de cabelo arrojado, diferente? Um novo curso, ou aquele velho desejo de apender a pintar, desenhar, dominar o computador, ou qualquer outra coisa? Olha quanto desafio. Quanta coisa nova nesse mundão de meu Deus te esperando. Tá se sentindo sozinho? Besteira! Tem tanta gente que você afastou com o seu "período de isolamento", tem tanta gente esperando apenas um sorriso teu para "chegar" perto de você. Quando nos trancamos na tristeza nem nós mesmos nos suportamos. Ficamos horríveis. O mau humor vai comendo nosso fígado, até a boca ficar amarga. Recomeçar! Hoje é um bom dia para começar novos desafios. Onde você quer chegar? Ir alto. Sonhe alto, queira o melhor do melhor, queira coisas boas para a vida. pensamentos assim trazem para nós aquilo que desejamos. Se pensarmos pequeno, coisas pequenas teremos. Já se desejarmos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor, o melhor vai se instalar na nossa vida. E é hoje o dia da Faxina Mental. Joga fora tudo que te prende ao passado, ao mundinho de coisas tristes, fotos, peças de roupa, papel de bala, ingressos de cinema, bilhetes de viagens, e toda aquela tranqueira que guardamos quando nos julgamos apaixonados. Jogue tudo fora. Mas, principalmente, esvazie seu coração. Fique pronto para a vida, para um novo amor. Lembre-se somos apaixonáveis, somos sempre capazes de amar muitas e muitas vezes. Afinal de contas, nós somos o "Amor". Paulo Roberto Gaefke (?)