7 de fev de 2012

Importante registrar...

E tomara que dê certo... os professores já são uma espécie em extinção no Brasil...

Projeto prevê isenção de IR sobre remuneração de professores
Está em análise na Câmara dos Deputados
o Projeto de Lei 2607/11, do deputado Felipe Bornier (PSD-RJ), que
concede isenção do Imposto de Renda da Pessoa Física sobre a
remuneração de professores. Pela proposta, para ser beneficiado o
profissional precisa estar em efetivo exercício na rede pública de
educação infantil, fundamental, média e superior.
O autor do projeto entende que cabe ao
poder público criar mecanismos que incentivem o maior número possível
de pessoas a exercer o magistério. "Ao longo dos anos, percebemos o
quanto o professor tem sido sacrificado, não só no aspecto salarial,
como também na tributação de seus ganhos. Educar é uma arte. Mas também
é um trabalho de grande impacto social, com repercussão no
desenvolvimento do País", argumenta.
O deputado cita como exemplo da
importância da carreira o fato de que muitos juízes, legisladores e
altos funcionários da administração pública já foram professores e usam
a experiência adquirida na relação com os alunos para o desempenho de
suas funções públicas. "O magistério já é, por si mesmo, sacrificante,
exigindo dedicação absoluta de quem o exerce. É justo que se dê aos
profissionais dessa área um tratamento condigno", avalia Bornier.
A proposta, que tramita em caráter
conclusivo, será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação; e
de Constituição e Justiça e de Cidadania. (AGÊNCIA CÂMARA, 06/02/12)
Fonte:http://www.cnte.org.br/index.php/comunica%C3%A7%C3%A3o/noticias/9644-projeto-preve-isencao-de-ir-sobre-remuneracao-de-professores

4 comentários:

Bergilde disse...

São tão raras iniciativas a favor da categoria que até assusta se for aprovada.Esperemos que sim.
Abraços,acompanhando seu blog!

Anônimo disse...

NOVO OLHAR SOBRE A MATEMÁTICA,
http://www.ufpa.br/beiradorio/novo/index.php/leia-tambem/124-edicao-93--abril/1189-novo-olhar-sobre-a-matematica

Quem quiser material, fazer capacitação, etc, é gratuito, peça: jbn@ufpa.br

Sig Souza disse...

Sabe de uma coiosa? Isso parece mais tampar o Sol com a peneira. O que resolveria mesmo é dar ao professor salario decente(considerando-se que segundo o proprio DIEESE o salario minimo devria ser R$2500,00 o que se paga é ridiculo)
Melhores condições de trabalho são fundamentais- encerar aluno armado em sala de aula é demais,né?
Ou seja. o governo precisa antes de tudo civilizar nosso povo e dar condioçoes de vida decentes para milhões de pessoas.
Foar disso tudo masi é "perfumaria" - deixa cheiroso mas não elimina a fedentina.

Lena Gomes disse...

Disse-o muito bem, Sig Souza. Obrigada pela visita.